Novos consumidores podem ajudar a superar economia instável

É certo que o aumento de atendimentos pelo hospital ainda está no início e que os pés devem ser mantidos no chão, mas os comerciantes do Polo da Saúde estão esperançosos com o bom momento vivido na região com a chegada de novos consumidores e acreditam que o movimento possa aumentar e beneficiar não somente a região mas também toda a cidade.
A proprietária do restaurante Cheiro Verde, Fátima Mattar, afirma que é visível que a maior demanda em busca de um bom atendimento de qualidade tanto do hospital quanto das clínicas médicas tem ajudado o comércio da região a alavancar. “Tem sido sensacional. É claro que é um processo demorado e que ainda pode melhorar, mas hoje eu já consigo saber quem é o cliente que está lá porque veio até Oliveira em busca de atendimento médico e quem é da cidade e prefere almoçar fora de casa para ter menos trabalho”.
E, segundo ela, toda a cidade pode se beneficiar dessa nova clientela que chega em Oliveira. “Quase todos os dias indico lojas que estão em outras partes da cidade, de acordo com o que o consumidor busca. Temos que nos ajudar. Esse é um crescimento animador, mas que deve ser tratado com os pés no chão, sabendo que pode trazer muitos bons frutos para a cidade se o trabalho for feito de forma séria por todos os envolvidos”, disse Fátima.
As farmácias também podem comemorar o aumento de vendas de medicamentos e outros produtos, segundo Cláudio José Costa, da Uai Farma. “As farmácias são um dos primeiros lugares que os pacientes buscam, seja saindo do hospital ou dos consultórios médicos. Já percebemos, também, um aumento de vendas e de movimento na região, mas ainda é cedo para qualquer tipo de análise. É um processo evolutivo e temos que esperar para ver como ele vai ser feito” afirma.
Trabalhando há 34 anos na Padaria Centenário a balconista Marlene Resende afirma que estava desanimada com o comércio parado, mas tem renovado o ânimo ao ver novos rostos entrarem no estabelecimento para consumir. “Estava tudo meio parado e todo mundo reclamando. Mas nos últimos meses os atendimentos vão aumentando e o pessoal conhecendo o comércio na região. Espero que continue assim”, disse.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp

Artigos relacionados