Empreendedores em Minas faturam 16% a mais com vendas online no 1° semestre de 2023

Os negócios online estão cada vez mais presentes no cotidiano dos consumidores: nos seis primeiros meses deste ano, pequenos e médios empreendedores de Minas tiveram crescimento de cerca de 16% no faturamento em comparação com o mesmo período do ano passado, alcançando R$ 148,5 milhões. É o que aponta o levantamento semestral realizado pela Nuvemshop, plataforma para criação de lojas online que é líder na América Latina.

“O varejo online é impulsionado pela conveniência de comprar, pela variedade de produtos, comodidade nas entregas em domicílio e a inovação tecnológica oferecida pelas lojas virtuais, constantemente se adaptando às necessidades dos consumidores”, explica Guilherme Arantes, especialista em e-commerce da Nuvemshop.

“O crescimento demonstrado em Minas Gerais em cada levantamento que fazemos comprova que o e-commerce deve continuar crescendo no estado nos próximos anos”, complementa.

Moda (R$ 70,6 milhões), acessórios (mais de R$ 8 milhões) e saúde & beleza (superior a R$ 7 milhões) se destacaram no ranking do estado conquistando a primeira, segunda e terceira posições dos segmentos que mais faturaram no período, respectivamente.

Durante todo o primeiro semestre, foram vendidos dois milhões de produtos em Minass, valor 5% superior ao registrado no ano passado (1,9 milhão). O ticket médio por compra chegou a R$ 241,20. Além disso, o número de pedidos registrados pelos lojistas online passou de 565 mil para 616 mil – crescimento de 9%. Em todo o Brasil, as PMEs, como são chamadas as pequenas e médias empresas, faturaram R$ 1,5 bilhão com varejo online, um crescimento de 25% em relação a 2022.

Para a análise, foram consideradas as vendas realizadas no estado entre janeiro e junho de 2022 e 2023 de toda a base de lojistas brasileiros da Nuvemshop.

Fonte: Hoje em Dia

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp

Artigos relacionados